1901 – Morre a Rainha Vitória

› “A sua cabeça imperial não tinha o privilégio da imortalidade”, lê-se na capa de 23 de janeiro, notando a pouca surpresa do acontecimento.  A rainha era prima do rei de Portugal, que já tinha enviado um telegrama de pêsames à família.

Rainha Vitoria

Rainha Vitoria

22 de janeiro de 1901. Victoria, rainha da Grã-Bretanha durante 64 anos, morre na ilha de Wight, aos 81 anos. Nos últimos meses de vida, o reumático e as cataratas tomavam conta dela. O príncipe Eduardo e o neto mais velho, Wilhelm, estava ao seu lado nessa terça-feira. O cão preferido, Turri, também. Exatamente como ela queria. Quatro anos antes, escreveu as suas últimas vontades: ter um funeral militar e não se usar preto. Foi enterrada com vestido branco e o véu do casamento. O enlace com o primo Alberto de Saxe-Coburgo, em 1840, corresponde a um momento alto no seu reinado, o mais longo da monarquia britânica. Ele foi um dos seus principais conselheiros políticos. Tiveram 9 filhos, que, por sua vez, casaram com membros de várias casas reais da Europa. Victoria era apelidade de ‘avó da Europa’. A morte do rei Alberto, em 1861, mudou-a. Nunca mais despiu o preto e reduziu as aparições públicas ao mínimo, o que fez crescer o movimento republicano na Grã-Bretanha. LINA SANTOS

Deixe o seu comentário