Última revista DN 150 anos. Os 30 anos que fizeram este Portugal europeu

De 1984 aos dias de hoje. O último número da revista comemorativa dos 150 anos do DN chega este sábado às bancas e à edição eletrónica no DN. Para completar a sua coleção.

Abordando o período que viu Portugal entrar na então Comunidade Económica Europeia, no qual esta se transformou numa União e “inventou” o Euro, a quinta e última revista comemorativa dos 150 anos do DN não podia deixar de centrar as atenções na vertente europeísta do país e nas transformações que marcaram a Europa.

Isto mesmo é abordado em Portugal e a Aventura Europeia, o ensaio do historiador Luís Nuno Rodrigues, do ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, que está em destaque nesta edição à venda a partir deste sábado por três euros — nas bancas ou na edição eletrónica do DN, o e-paper.

Mas também as alterações ocorridas no resto do mundo são analisadas, com especial incidência na região do Médio Oriente: de imprescindível leitura é a reportagem de Mario Vargas Losa no Iraque pós-Saddam.

A edição eletrónica, o e-paper do DN, permite-lhe ler a revista em qualquer computador, tablet ou smartphone. Para ver a capa, que como habitualmente é assinada por André Carrilho, entre no site do e-paper do DN e encontra no topo o menu Selecionar Título. Selecione DiariodeNoticias > Revista Histórica.

Pode comprar esta e/ou as outras revistas AQUI

Assim se conclui esta coleção de cinco revistas que publicamos semanalmente, aos sábados, cada uma das quais a acompanhar três décadas da vida do jornal, com informação, ilustração e publicidade reveladoras do espírito da época. Para comprar e guardar.

Sem comentários

  1. Roberto Moreno

    1864 – 2014 (Nascimento e Morte do Diário de Notícias) – Hoje, 29 de Dezembro de 2014, comemora-se 150 anos do Diário de Notícias. – Entretanto, este pode ser o ano de sua “Morte”, caso continue a ter “jornalistas” que se recusam a ouvir quem realmente tem algo a oferecer o que é de interesse Público. – Ou seja, o projeto de ENDOECONOMIA (ver no Google) e, que está a ser ignorado e boicotado, desde 2002 pelo Governo e a Imprensa Portuguesa. – Sugiro que algum jornalista, a sério, investigue o material que o DN possui sobre este tema e, não só, oferecido por Roberto Moreno, presidente da Fundação Geolíngua, a anos e anos aos “jornalistas” deste Jornal.

Deixe o seu comentário